Psicologia Fenomenológico-Existencial

Cada homem deve inventar o seu caminho.” – Jean-Paul Sartre

Existem diversas linhas de trabalho da Psicologia, entre as mais conhecidas estão: Psicanálise, Cognitiva, Comportamental, Sistêmica e Fenomenológico-Existencial. O estudante de psicologia geralmente nos últimos anos de sua graduação e após ter estudado todas estas abordagens, acaba por escolher uma delas, geralmente por identificar-se com sua filosofia e forma de trabalho. É a partir do estudo da linha escolhida que os psicólogos compreendem o ser humano e sua relação com o mundo. Cada uma possui suas especificidades e estudá-las torna-se essencial para que o terapeuta auxilie seu paciente em sua busca pela transcendência.

Para quem está a procura de terapia, conhecê-las auxilia a encontrar um terapeuta próximo à sua forma de vivenciar, compreender, se expressar e lidar com o mundo. Todas as abordagens possuem a mesma finalidade, que é a de ouvir e ajudar a pessoa a resolver suas problemáticas, porém a forma de atuar e de entender esse paciente é diferenciada.

Como psicóloga fenomenológico-existencial, trabalho com a visão de ser humano baseada nas premissas do método fenomenológico, com um olhar e compreensão existencial. A filosofia existencial baseada na liberdade, onde as escolhas e possibilidades são sempre possíveis, além da não interpretação dos fenômenos e fatos relatados pelo paciente, são questões que me aproximaram desta forma de viver e de trabalhar com a psicologia.

“Não consigo conceber a atitude de se enquadrar alguém em um modelo teórico que pode fornecer algumas explicações técnicas, mas que não consegue abarcar a unicidades das experiências.- Léo Baroni

O respeito pelo sentido dado as vivências de cada um, uma terapia onde a construção desta é feita em conjunto entre terapeuta-paciente, valorizando o ser humano como único, inacabado e com infinitas possibilidades de mudança ao longo da vida. Uma pessoa que está em constante transformação, um ser que existe e se constrói a cada dia, é esta visão da psicologia fenomenológico-existencial que me encanta, na qual acredito e com a que trabalho.

frasesartre

Os temas trabalhados em terapia focam o Projeto de Vida (futuro), com bases no histórico apresentado pela pessoa (passado) e percebendo as possibilidades atuais (presente). É a partir de um projeto de futuro que se buscam as possibilidades de modificação do presente para se alcançar aquilo que se deseja. Todo o processo é trabalhado em conjunto entre terapeuta-paciente, baseando-se na liberdade cerceada pela angústia.

Mesmo que duas pessoas vivenciem uma mesma situação, certamente o sentido dado por cada uma será diferente. A Psicoterapia Fenomenológico-Existencial compreende essas formas singulares de vivenciar o mundo.

Conheça um pouco mais desta abordagem no texto que explica de forma clara sobre esta linha de trabalho da psicologia neste link ou veja esta minha apresentação de slides sobre a Psicoterapia Fenomenológico-Existencial.

4 comentários

  1. Léo Baroni
    Léo Baroni 16 de dezembro de 2013 at 17:49 . Reply

    Sara,
    gostei muito do seu trabalho.
    Obrigado pela citação
    Léo

  2. Anne
    Anne 21 de fevereiro de 2015 at 13:14 . Reply

    Isso, Amiga! Seguimos assim nessa profissão linda: Sendo um ponto de encontro do inacabado.

    Parabéns pela página!
    Bju.

Comentários sobre este texto: